MENTORIA PARA CORREGEDORES

 

Programa personalizado de capacitação em matéria disciplinar

Com jurista que é referência internacional: Léo da Silva Alves

IMG_20170713_192403993.jpg

IMPORTÂNCIA DE UMA MENTORIA

 

Os profissionais que assumem a função de corregedores em instituições públicas geralmente não têm formação específica na área, o que não os descredencia. Na rotina da administração pública direta e indireta essas habilidades são construídas com o estudo e com a prática. No entanto, o exercício da atividade de corregedor geralmente é transitório, o que não permite o domínio do Direito Disciplinar, dos seus pilares e fundamentações e da abrangência dos recursos de resolução de incidentes.

 

Ainda assim, é uma missão de grande responsabilidade. De um lado, está o controle da disciplina e da regularidade dos ofícios no serviço público; de outro lado, está o compromisso com a legalidade, de forma a não arruinar carreiras, a honra e, por vezes, a vida de servidores e empregados públicos dignos.

 

Conhecer para fazer. Fazer para obter resultados seguros.

 

 

Mentoria e treinamento: diferença

 

Enquanto o treinamento (curso, seminário, congresso) é uma atividade em grupo, a mentoria é o acompanhamento personalizado do profissional, de tal maneira que o mentorando tem uma assistência específica para ele, com a ajuda para o encaminhamento correto das demandas.

 

Em outras palavras:

 

“Os cursos e treinamentos convencionais são feitos de maneira excessivamente técnica e com conteúdo extremamente abrangente, trazendo conceitos teóricos que nem sempre serão terão aplicabilidade prática imediata para o profissional. Já a mentoria é um processo personalizado, que responde a dúvidas específicas do próprio mentorado e se preocupa em analisar a real situação profissional que este enfrenta, indo direto no seu ponto.”

 

(Blog eMentor)

 

 

O formato de uma mentoria

 

Em um processo de mentoria alguém com domínio do conhecimento especializado transfere o seu saber para um profissional com menos experiência. Este recebe em curto tempo uma carga de saberes que, em fora desse ambiente, levaria anos para acumular.

 

Este modelo atualmente é utilizado para qualificar em alto nível os CEOs de grandes corporações, bem como profissionais que ocupam posições estratégicas nas empresas de grande porte. A administração pública não pode ficar fora desse laboratório, sobremaneira pelos compromissos que possui com a legalidade e com a eficiência.

 

Segundo pesquisas da Harvard Business Review, 75% dos colaboradores de empresas estão insatisfeitos com o programa de capacitação de onde trabalham, e apenas 12% conseguem realmente aplicar no seu trabalho as coisas que aprenderam em cursos ou treinamentos convencionais.

 

A mentoria é realizada por videoconferência, em horários combinados entre mentor e mentorando, com média de duas horas por dia de atendimento por um tempo que pode variar de uma a quatro semanas, a depender da necessidade do contratante.

 

O atendimento é individual. Essa é a grande diferença para o aproveitamento. O profissional que é assistido deve estar à vontade para expor as suas dificuldades, sem qualquer constrangimento; precisa estar a sós com o mentor, para questionar, fazer apontamentos e fazer ponderações relativas às peculiaridades do seu ambiente, sem a interferência externa ou de terceiros.

 

O mentor faz provocações, a partir da sua experiência; levanta dúvidas sobre pontos em relação aos quais eventualmente o profissional não tenha percebido, compartilha a experiência com casos concretos, aponta situações que induzem a risco e acautela a regularidade formal dos procedimentos que devem ser adotados.

 

Na mentoria, o profissional não aprende com os erros. Aprende com os acertos.

ADVOCACIA.jpg

O resultado no meio corporativo

 

Segundo a renomada publicação Forbes, mais de 71% das empresas da Fortune 500 possuem programas de mentoria para desenvolvimento organizacional. Estudo da Endeavor mostra que 92% dos empreendedores acham que a presença de um mentor impacta diretamente no crescimento das suas empresas.

 

Essa mudança é resultado da constatação de que a troca de experiências que a mentoria permite é uma das alternativas mais eficazes para instruir profissionais na resolução de problemas de forma estratégica, eficiente e humana.

 

Fonte: https://www.ementor.com.br/blog/guia-mentoria/.

 

 

Resultado esperado

 

O resultado é imediato. A partir da primeira sessão, o profissional de corregedoria já poderá adotar medidas práticas, seja na estruturação do setor, seja na organização da equipe, seja na preparação do fluxograma de providências.

 

Ao fim do atendimento, o mentorando estará apto a cumprir a função dignamente, com segurança jurídica, cumprindo cientificamente a finalidade do controle da disciplinar e com reconhecimento profissional pelo nível das suas intervenções.

Responsável / mentor

 

Professor Léo da Silva Alves, jurista com reconhecimento internacional em matérias relativas à responsabilidade de agentes públicos. Autor de mais 50 livros e conferencista de três continentes, trouxe para o Brasil novos modelos de controle da disciplina que são empregados em leis e regulamentos em várias instituições públicas, inclusive na Presidência da República e órgãos do Poder Judiciário.

 

Como consultor, auxiliou na modernização de corregedorias em vários Estados, seja com a capacitação dos quadros profissionais, seja com a produção de minutas de normas internas e manuais que orientam a execução correta dos procedimentos de sindicância, processo disciplinar e dos meios alternativos de resolução de incidentes: ajustamento de conduta, câmara de mediação e conciliação de incidentes funcionais, suspensão condicional do processo disciplinar e termo circunstanciado administrativo.

 

A empresa DA SILVA E ALVES CONSULTORIA EM GESTÃO GOVERNAMENTAL vem de um histórico de mais de 30 anos de atendimento a órgãos e entidades e possui todas as credenciais para contratar serviços por notória especialização com a administração pública.

 

 

OUTRAS INFORMAÇÕES E COMO CONTRATAR A MENTORIA

 

Como o serviço é personalizado, é recomendável que o interessado utilize o canal de CONTATO com a nossa organização. A partir de então, na troca de informações, será apresentado projeto de atendimento personalizado, que pode começar em curto prazo uma vez que as demandas da Corregedoria não podem esperar.